início  -  galeria  -  voltar  -  fechar  -  imprimir  -  contato  

Alberto Baquit
32º Agraciado com a Medalha do Mérito Industrial

Alberto Baquit

Nasceu no dia 24 de agosto de 1924, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Abrahão Baquit e Rosa Okka Baquit, emigrantes árabes, após seu nascimento, seus pais mudaram-se para o Estado do Ceará, fixando residência na cidade de Quixadá, onde se estabeleceram com uma pequena loja de tecidos.

Jovem ainda, Alberto Baquit demonstrou sua vocação empresarial, passando a ajudar seus pais na loja de tecidos.

Seus primeiros estudos, foram feitos na cidade de Quixadá, mas, com o intuito de fazer seu curso ginasial e colegial transferiu-se para Fortaleza, matriculando-se no Colégio São João. Após o término destes cursos com a ajuda de seus pais, instalou na rua Floriano Peixoto, uma loja de tecidos.

Mas, seu objetivo era a indústria, e logo viu o seu sonho se transformar em realidade, pois obtendo mais uma vez a ajuda e o apoio de seu pai Abrahão, adquiriu da Casa Costa Lima Mirtil, através do Sr. Mirtil Meyer, sua primeira indústria, uma fábrica de óleos vegetais, e beneficiamento de fibras de algodão, localizada na cidade de Quixadá, onde posteriormente instalou a primeira fiação e tecelagem da região central do Ceará.

Desejando um melhor estudo para seus filhos, mudou-se para cidade de Fortaleza, onde implantou uma pequena fiação, localizada na Av. Bezerra de Menezes - a Fiação Jangadeiro, que foi o marco inicial para grande indústria que planejou, e posteriormente implantou a fiação Nordeste do Brasil S/A. - FINOBRASA, com o apoio e participação acionária de seus cunhados José Abrahão Otoch e Deib Otoch, do grupo Vicunha de São Paulo, através dos Dr. Mendel e Eliezer Steinbruck e Jack Rabinovich, e apoio da SUDENE, representando esta empresa o início da modernização do parque têxtil de nosso estado, e motivo para que o Grupo Vicunha viesse a se instalar no Ceará.

Seu espírito empreendedor não parava. Ampliou e modernizou a fiação Jangadeiro S/A - TEBASA, indústrias estas que obtiveram o apoio da SUDENE, com recursos próprios, e, já agora contando com a colaboração de seus filhos Paulo e Marcelo. Implantou também no Distrito Industrial de Fortaleza, juntamente com seus filhos Paulo e Marcelo a Jangadeiro Têxtil S/A, moderna malharia com capacidade de produção de até 800 toneladas mensais de malha acabada, destinada aos mercados internos e do exterior.

Ao longo de sua vida não almejou apenas seu sucesso e bem estar pessoal, como também de sua família, olhando para os seus semelhantes, ajudou a construir o Hospital de Quixadá, instalou 200 telefones semi automáticos na cidade de Quixadá, construiu casas para seus funcionários, contribuiu para a construção da Igreja de São Francisco, de Quixadá, construindo também na maternidade Jesus Maria José, daquela cidade, uma enfermaria com 25 leitos.

Custeou estudos para vários jovens, hoje renomeados profissionais liberais. Sua ação também se fez sentir na Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza, Lar Torres de Melo, Instituto dos Cegos do Ceará, onde, instalou moderno hospital e clínica oftalmológica, que receberam os nomes de seu filho Albert Júnior e de sua esposa Iêda - falecidos. Atualmente é casado com a Sra. Gláucia Vasconcelos Galvão.

Emprega em suas empresas cerca de 2.100 funcionários.

Recebeu a Comenda da Medalha do Mérito Industrial/FIEC, 1995.